TJAM define lista de membros do MP para vaga de desembargador; decisão é de Wilson Lima

O  pleno do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) escolheu, durante votação nesta terça-feira (30), os três nomes que vão concorrer à vaga de novo desembargador da corte. A lista é composta pelos promotores de Justiça, Vânia Maria do Perpétuo Socorro Marques Marinho, que recebeu 20 votos; Luiz Alberto Dantas de Vasconcelos, com 9 votos, e Mirtil Fernandes do Vale, com 7 votos. Os nomes serão enviados para o governador do Estado, Wilson Lima, que por sua vez escolherá novo desembargador da Corte, para preencher a vaga do Ministério Público do Amazonas (MPAM).

Vale destacar que o Radar já havia noticiado que, no meio político, circula a informação de que a escolhida por Wilson Lima será Vânia Maria Marques, irmã do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Mauro Campbell Marques. 

Após o resultado da votação, ainda durante a sessão do pleno, o presidente do Tribunal, desembargador Domingos Jorge Chalub, determinou o imediato envio da lista tríplice ao governador do Estado. Caberá ao Wilson a decisão final, entre os três nomes indicados pelo TJAM, para a escolha daquele que irá ser nomeado à vaga do desembargador Djalma Martins, que se aposentou do cargo recentemente .

Na votação desta terça, os promotores de Justiça Mirtil Fernandes do Vale e Carlos José Alves de Araújo receberam 7 votos, mas foi aplicado o critério de idade para o desempate, motivo pelo qual o promotor de Justiça Mirtil Fernandes do Vale foi o escolhido para compor a lista como terceiro mais votado.

O presidente do TJAM, desembargador Domingos Chalub, comentou que todos os indicados pelo Ministério Público são profissionais competentes e habilitados para assumir o cargo de desembargador. Não houve apresentação de nenhuma impugnação à escolha dos nomes da lista tríplice.

(*) Com informações da assessoria do TJAM