TJAM divulga resultado final de seleção pública para estágio em Direito

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) divulgou na edição dessa quinta-feira (27) do Diário da Justiça Eletrônico (DJE), o resultado final da seleção de estágio em Direito para as Comarcas de Itacoatiara, Tabatinga e Tefé.

Os candidatos convocados têm até o dia 8 de julho para se apresentar às Comarcas de seus respectivos municípios, para a apresentação de documentos e procedimentos de admissão, conforme orientação da Escola de Aperfeiçoamento do Servidor (Eastjam).

Organizada pela Eastjam, a seleção foi voltada para graduandos matriculados entre o 3.º e o 8.º períodos de Direito em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), tendo coeficiente de rendimento escolar igual ou superior a 7 pontos.

Os candidatos convocados cumprirão estágio de 20 horas semanais – no período de 8h às 12h – e receberão bolsa-auxílio mensal no valor de 800 reais, além de auxílio-transporte (mensal) no valor de 167,20 reais.

Documentos exigidos

Ao se apresentar nas Comarcas, os candidatos classificados deverão apresentar: cópias e originais do RG e CPF; cópia do comprovante de residência; comprovante de conta-corrente (Banco Bradesco); comprovante de matrícula e histórico escolar do curso em Direito; título de eleitor; comprovante de quitação eleitoral (para maiores de 18 anos); certidão de reservista (para candidatos do sexo masculino e maiores de 18 anos); certidão negativa de antecedentes cíveis e criminais do TJAM (somente para maiores de 18 anos); certidão negativa de antecedentes criminais da Justiça Federal; uma fotografia (recente) 3×4; ficha de cadastro da Divisão de Pessoal e declaração que não possui emprego, cargo ou função no horário de estágio
Conforme informações da Eastjam, não serão admitidos os candidatos que, apesar de classificados, não apresentarem os documentos necessários, e acrescentou que os admitidos no Programa de Estágio deverão participar do Curso de Formação Inicial para Estagiários, que será realizado na modalidade a distância, no ambiente virtual de aprendizagem.

Com informações do TJ-AM