Tororó desviou dinheiro da educação; terá de devolver R$ 15,2 milhões aos cofres de Manacapuru

Bem que o Radar já avisava, conforme matéria publicada em abril do ano passado, intitulada “Dinheiro do Fundeb vai pro Tororó bancar bandas musicais”, que o então prefeito de Manacapuru, Jaziel Nunes de Alencar, mais conhecido por Tororó, estava desviando para outras finalidades o dinheiro que devia ser utilizado para educação do município. Isso agora é confirmado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) que reprovou as contas do ex-prefeito, referente ao exercício de 20115 e o  condenou a devolver R$ 15,2 milhões aos cofres públicos. A decisão unânime foi tomada pelos conselheiros , durante a 28ª sessão ordinária, realizada na manhã desta quarta-feira (16).

Foram encontradas pelos auditores do TCE irregularidades nas contas de Tororó, entre elas, a constatação de que o prefeito não fez sequer o investimento mínimo na educação infantil e fundamental. Também há divergências financeiras em saldos bancários e pendências em repasses previdenciários.

Além da desaprovação das contas do prefeito e da aplicação de multas, a relatora das contas, conselheira Yara Lins dos Santos, determinou à Secretaria do Pleno que fosse encaminhada ao Ministério Público do Estado do Amazonas cópia do processo, com todos os ilícitos cometidos pelo ex-prefeito Jaziel Nunes de Alencar, para que sejam adotadas as medidas cabíveis, nos termos do artigo 129, da Constituição Federal, e que sejam apurados possíveis crimes de improbidade.