Trabalhadores do comércio fazem protesto no centro contra fechamento de estabelecimentos não essenciais (Veja vídeo)

Foto: Roberto Peres

O primeiro dia das medidas restritivas impostas pelo decreto do governador Wilson Lima, que deixa aberto apenas estabelecimentos de serviços essenciais, está sendo marcado por protestos na avenida Eduardo Ribeiro, no centro de Manaus. Centenas de trabalhadores do comércio se reuniram na manhã deste sábado (26), para pedir a reabertura das lojas da cidade.

O decreto foi imposto pelo governador um mês após ele mesmo flexibilizar as medidas no Amazonas. Mas foi necessário por conta do aumento de casos no Estado.

Segundo o último boletim da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), foram registrados 195.806 casos da doença e 5.161 mortes. Durante os dias 23, 24 e 25 o comércio no centro recebeu milhares de pessoas para as compras de natal.

De acordo com informações que chegaram ao Radar, a polícia chegou ao local e pediu reforço para enfrentar os manifestantes.

 

IMG_8009