Trabalhadores já podem simular saldo disponível do FGTS para investir na Eletrobras

Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal informou, que todo trabalhador residente e domiciliado no Brasil, que possui conta vinculada ao FGTS, ativa ou inativa, já pode simular o saldo disponível para aplicação em Fundos Mútuos de Privatização (FMPs) da Eletrobras.

Segundo o comunicado do banco, as reservas de saldo poderão ser feitas entre os dias 03 e 08 de junho junto à instituição administradora escolhida e autorizada pelo trabalhador.

O valor mínimo para a aplicação é de R$ 200,00 por trabalhador, sendo possível utilizar até 50% do saldo disponível na conta do FGTS.

As condições para desestatização da empresa e previsão de aplicação de recursos da conta FGTS em FMP foram aprovadas pela Resolução nº 203/2021 do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos.

Os procedimentos e regras de utilização para os trabalhadores e administradoras que tenham interesse em operar com FMP-FGTS estão contidas no Manual Operacional de Aplicação de FGTS em Fundos Mútuos de Privatização, disponível através do link, na pasta FGTS Manuais e Cartilhas Operacionais.

Capitalização da Eletrobras

No último dia 18, o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou por maioria a continuidade do processo de capitalização da Eletrobras, em que a União deixará de controlar a maior parte do capital acionário da estatal. Foram 7 votos favoráveis e um contra, do ministro Vital do Rêgo.

O julgamento no TCU envolveu a segunda parte da análise da capitalização, referente à modelagem do procedimento. Em fevereiro deste ano, o órgão já havia aprovado as estimativas do valor movimentado pelo processo, na casa dos R$ 67 bilhões.