TRE-AM suspende divulgação de resultado de pesquisa eleitoral no Amazonas

O juiz auxiliar do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), Victor André Liuzzi Gomes, suspendeu, nessa sexta-feira (31), a divulgação dos resultados da pesquisa eleitoral realizada pela empresa A F Soares Marketing e Pesquisas de Mercado Ltda por descumprimento da legislação eleitoral. (Veja decisão no fim da matéria)

Entre as irregularidades apontadas pelo juiz estão a ausência de arquivo contendo o disco com nome dos candidatos a ser utilizado na pesquisa e falta de indicação da fonte pública dos dados utilizadas.

A decisão foi dada em uma representação ingressada pela coligação “Renova Amazonas” que tem como candidato ao Governo o presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), deputado David Almeida (PSB).

Ao TRE-AM, a coligação argumentou que o requerimento de registro da pesquisa contém diversas irregularidades, entre elas: a ausência de ponderação e não estratificação quanto ao grau de instrução e nível econômico dos respondentes; não disponibilização dos cartões discos; não indicação da fonte pública dos dados utilizada para confecção do plano amostral e simulação do segundo turno de maneira tendenciosa.

“Não obstante, como já mencionado na liminar concedida em feito análogo, causa estranheza o fato da pesquisa declaradamente não ponderar, para efeito de estatística, o grau de instrução, religião e renda familiar, o que evidencia ainda mais a necessidade de suspensão da pesquisa”, afirmou o juiz Victor André Liuzzi Gomes.

Leia a decisão.