Três candidatos ao Governo arrecadam mais de R$ 5 milhões em 19 dias de campanha eleitoral

Três candidatos ao Governo do Amazonas arrecadaram, em 19 dias de campanha eleitoral, R$ 5.072.501,95, segundo dados disponibilizados no sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais (Divulgacand) da Justiça Eleitoral.

No mesmo período, dos três candidatos, dois registraram gastos que totalizam R$ 1.311.854,00 com despesas para, entre outros, produtoras, gráficas e doações eleitorais para outros candidatos.

De acordo com o calendário definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a campanha eleitoral teve início no dia 16 de agosto e a primeira parcial da prestação de contas deve ser entregue pelos candidatos até o dia 09 deste mês à Justiça Eleitoral. Os demais candidatos ao Governo do Estado ainda não divulgaram as informações sobre os valores empregados na campanha eleitoral.

Já disponibilizaram os dados o governador do Estado e candidato à reeleição, Amazonino Mendes (PDT), que disse ter arrecadado, até essa segunda-feira (3), R$ 1.065.007,55. Deste valor, R$ 1 milhão foram destinados pela Direção Nacional do PDT e o restante foram doações estimadas em valores de R$ 636 cadastrados em nome de pessoas físicas como “serviço prestado por terceiro voluntário como cabo eleitoral” – trabalho voluntário em campanha eleitoral? Isto é incrível, né mesmo meu povo?

Do total, Amazonino informou ter gasto, até agora, R$ 977.780,00, sendo, entre outros, R$ 65,5 mil para a H Y MOUAS Produções e Comércio Ltda, R$ 44 mil à empresa Maely Indústria e Comércio de Confecções Ltda e R$ 42,5 mil à empresa Grafisa Gráfica e Editora Ltda.

O senador Omar Aziz (PSD) também informou que arrecadou, até agora, R$ 3.507.007,55 nos primeiros 19 dias de campanha eleitoral. Deste valor, R$ 3.499.903,55 foram doados pela Direção Nacional / Distrital do PSD e o restante foram em seis doações estimadas em valores de R$ 1.184,00 cadastrados em nome de pessoas físicas como “serviço prestado por terceiro voluntário como cabo eleitoral”.

No mesmo período o senador informou à Justiça Eleitoral já ter gasto R$ 977.780,00, sendo, entre outros, R$ 200 mil com a empresa Abraão da S Cardoso Comunicações Eirele – ME e R$ 200 mil com a Campus Centro de Estudos e Pesquisas de Opinião Ltda.

Wilson Lima (PSC), que participa pela primeira vez de uma disputa por um cargo majoritário, disse ter arrecadado R$ 500 mil doados pela Direção Nacional do PSC. O candidato ainda não disponibilizou os gastos da campanha.

Segundo o TSE, até o dia 09 deste mês os dados podem sofrer alteração tendo em vista o prazo limite para envio das informações à Justiça Eleitoral.