Anúncio Advertisement

Tribunal emite alerta para Prefeituras de Apui e Carauari

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) emite alertas aos municípios de Apuí (distante 1.097 quilômetro de Manaus) e Carauari (distante 788 quilômetros de Manaus) sobre a aplicação do mínimo exigido na área da Educação, Magistério e Saúde no primeiro bimestre de 2019.

O alerta para Apuí é para que o prefeito Antônio Roque (DEM), se atente aos gastos com manutenção e desenvolvimento do ensino no primeiro bimestre de 2019. Atualmente, nos seis primeiros meses do ano, o prefeito investiu apenas 13,91% (R$ 691.432,74) do montante que precisaria ser aplicado, de 25%.

Dos gastos com remuneração do magistério o prefeito investiu apenas 49,82% (R$ 708.781,47) do volume de 60% que precisaria ser investido. E os gastos com saúde, o prefeito Antônio Roque investiu apenas 13,66% (R$ 678.861,01) dos 15% que deve ser investido.

De acordo com o TCE, a não aplicação correta poderá acarretar em situação de ilegalidade grave, gerando consequências para a administração municipal.

Em relação as alertas direcionadas para o município de Carauari, as aplicações para educação, magistério e saúde são muito mais agudas, pois o prefeito Bruno Litaif (MDB), aplicou apenas 2,17% (R$ 132.774,65) dos 25% que deveriam ser investidos com manutenção e desenvolvimento do ensino.

Os gastos com remuneração do magistério o prefeito Carauari aplicou apenas 29,93% (R$ 1.071.380,96) de 60% do valor que deveria ser aplicado. Com aplicações na saúde, a prefeitura investiu apenas 3,76% (R$ 230.238,74) de 15% que deveria ser aplicado.

Veja o alerta na íntegra