Tribunal promove seminário sobre meio ambiente com órgãos da Amazônia Legal

Para estimular os Tribunais de Contas a implementar auditorias específicas relacionadas ao meio ambiente, órgãos públicos da Amazônia Legal se reunirão, nesta terça (13) e quarta-feira (14/11), no auditório do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), no Seminário de Gestão Ambiental e Controle de Contas Públicas da Amazônia (Segam).

O seminário visa, ainda, promover um intercâmbio e a troca de experiências, entre as Cortes de Contas, os órgãos de controle ambiental e as instituições de ensino e pesquisa, além de promover a discussão dos resultados da Carta da Amazônia e tratar de questões emergentes na pauta ambiental e de estabelecer canal de comunicação com a sociedade por meio de exposição interativa, que reúnem dez órgãos em um só espaço.

O evento, realizado pelo TCE-AM, é uma prévia do 2º Simpósio Internacional de Gestão Ambiental, agendado para outubro de 2019, e terá mesas presididas pelos ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) Augusto Nardes e Walton Rodrigues, além da presença de representantes de dezenas de órgãos ambientais do Amazonas, da Região Norte e dos Tribunais de Contas.

Diretrizes nacionais

O seminário conta com apoio da Associação Nacional dos Tribunais de Contas (Atricon), entre outros que participarão de debates no Segam, além dos representantes do TCU e da própria direção da Atricon, que está elaborando de diretrizes nacionais para auditoria ambiental.

Durante o seminário serão premiados os cinco principais trabalho científicos de cem inscritos sobre os temas Florestas e Biodiversidade Recursos Hídricos Licenciamento Ambiental Saneamento Fontes Energéticas Sociedade e Meio Ambiente na Amazônia.

Com informações do TCE-AM.