TRT11 divulga Calendário da Justiça Itinerante

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região – Amazonas e Roraima (TRT11) divulgou o Calendário da Justiça Itinerante para o ano de 2019. Oito municípios do interior do Amazonas e três do interior de Roraima irão receber a visita da Justiça do Trabalho Itinerante do TRT11 durante o mês de março.

Em todos estes municípios serão realizados os serviços de tomada de reclamações, primeira fase do atendimento da Justiça Itinerante. O calendário completo pode ser acessado no portal do TRT11 através da Aba Corregedoria >> Justiça Itinerante >> Calendário da Justiça Itinerante.

Programação

Abrindo os serviços itinerantes da Justiça do Trabalho da 11ª Região, a 1ª Vara do Trabalho de Boa Vista estará, dias 7 e 8 de março, no município Cantá, interior de Roraima. Os atendimentos acontecerão na Câmara Municipal de Cantá e incluirão também os moradores da Vila São Raimundo, Vila Felix Pinto, Vila Central e comunidade Serra Grande.

Durante a semana de 11 a 15 de março, serão realizados atendimentos em seis municípios do interior do Amazonas e em um município do interior de Roraima. São eles: Tonantins (dia11), Anori (dias 11 e 12), Santo Antonio do Iça (dia 12), Nhamundá (dias 12 e 13), Nova Olinda do Norte (dias 12 e 13), e Beruri (dia 15), todos do interior do Amazonas; e dias 12 e 13 em São Luiz do Anauá, incluindo as comunidades de São João da Baliza, Caroebe e Entre Rios, no interior de Roraima. As atividades nos municípios citados acima envolverão o deslocamento e o trabalho dos magistrados e servidores de cinco varas trabalhistas: VT de Manacapuru, VT de Tabatinga, VT de Parintins, VT de Itacoatiara, e 1ª VT de Boa Vista.

Ainda em março, no período de 19 a 21, serão realizadas itinerâncias em Novo Airão, no interior do Amazonas, pela VT de Manacapuru; e em Rorainópolis, no interior de Roraima, pela 1ª VTBV. E fechando o calendário de março, no dia 26, a VT de Eirunepé realizará atendimento no município de Envira, no interior do Amazonas.

A segunda fase do atendimento é composta pela realização das audiências, que ocorrerão em todos os municípios onde houve a tomada de reclamação.

Documentos

Para ser atendido pela Justiça Trabalhista Itinerante não é obrigatório estar acompanhado de um advogado. Basta dirigir-se até o local das tomadas reclamatórias e apresentar um documento de identificação como a carteira de trabalho, carteira de identidade e CPF (original e cópia), bem como levar dados do reclamado (nome, endereço da empresa) e a documentação referente ao que está reclamando.

Com informações do TRT11.