TSE faz acareações nesta sexta entre delatores da Odebrecht

Nesta sexta-feira (10), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai realizar três novas oitivas na ação que pede a cassação da chapa de Dilma e Temer, eleita em 2014. Também serão feitas acareações com quatro delatores da Odebrecht já ouvidos. As audiências estão marcadas para as 16h, com exceção da oitiva de Fernando Migliaccio, que terá início às 14h30.

Por reunir pessoas de cinco estados diferentes, tanto as oitivas quanto a acareação serão feitas por vídeo conferência, com exceção de três depoentes que estarão na sede do Tribunal, em Brasília, e por isso serão ouvidos presencialmente.

Participam das audiências, além do corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Herman Benjamin, de membros da Corregedoria-Geral Eleitoral (CGE) e de testemunhas, os advogados das partes envolvidas na ação. Em cada estado, haverá a presença de um representante da Justiça Eleitoral.

Acareação

A acareação, marcada para começar às 16h, será realizada em duas partes, mas ainda sem ordem definida. Em uma audiência de videoconferência serão confrontados Marcelo Odebretch, que estará no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), e Cláudio Melo Filho, que participará diretamente da sede do TSE, em Brasília.

Em outro momento, serão ouvidas três testemunhas de uma vez: Marcelo Odebrecht, Hilberto Mascarenhas, que falará do TRE de São Paulo, e Benedicto Barbosa da Silva Junior, que participará do Tribunal Regional Federal da 2ª região, no Rio de Janeiro.

Oitivas

Também na sexta (10), por videoconferência, serão realizadas as oitivas de três novas testemunhas. O mais recente convocado pelo ministro corregedor foi Fernando Migliaccio, que deve ser ouvido em Brasília, às 14h40. As duas outras testemunhas serão ouvidas a partir das 16h: Maria Lúcia Tavares, que estará no TRE da Bahia, e José de Carvalho, que comparecerá ao Tribunal Superior Eleitoral. Com informações da assessoria de comunicação do TSE.

Fonte: Notícias ao Minuto