TV a crítica cria aplicativo para cobrar por transmissões do Festival Folclórico de Parintins

Apesar da TV A Crítica receber verba pública do Governo do Estado para fazer a transmissão do Festival Folclórico de Parintins, agora a emissora arrumou uma outra maneira de comercializar o evento cultural. Em seu próprio site, a emissora anuncia um aplicativo chamado “Parintins Play” para vender imagens de câmeras exclusivas no evento. Para poder assistir uma noite, está sendo cobrado o valor de R$19,90, para assistir as três noites de festival, o telespectador terá que pagar R$49,90.

O Festival Folclórico de Parintins é a maior riqueza cultural do Amazonas, que atrai visitantes do mundo todo, que consequentemente aquecem a economia local, beneficiando desde o dono de um hotel até a dona de uma banca de tacacá. Hoje o festival tem essa proporção graças a transmissão que as TVs locais sempre fizeram de graça, mas este ano, a TV a Crítica arrumou um jeito de faturar ainda mais com o festival, e vai cobrar para divulgar a cultura local, mesmo recebendo dinheiro do Estado para transmitir o evento.

Para vender o aplicativo, A Crítica promete imagens exclusivas dos bastidores do festival, assim como câmera em alegorias e na arquibancada onde fica o item conhecido como ‘galera’.

Despesas de transmissão do festival

Em consulta ao Portal da Transparência, o Radar Amazônico encontrou um valor de R$ 835 mil empenhado para a empresa Era de Radiodifusão Amazonia LTDA contratada pelo Estado para produção e veiculação de VT´s com imagens da cidade de Parintins e do Festival Folclórico de Parintins 2022.

O termo de contrato n°044/2022 especifica ainda, que os conteúdos criados pela empresa ERA devem ser veiculados na TV a crítica, aplicativo A Crítica Play e também para o Minuto Parintins através da TV Cultura, sob a justificativa de “divulgar o destino Parintins para milhões de amazonenses e brasileiros a cultura do Estado do Amazonas”.

De quem é a empresa

A empresa ERA – Empresa de Radiodifusão Amazônia LTDA está inscrita no CNPJ 02360605/0001-19 e está localizada na avenida André Araújo, 2326, no bairro Petrópolis, no mesmo endereço. A empresa pertence a Dissica Tomaz Calderaro e Tatiana Calderaro Tomaz, ou seja, mesmos donos e endereços da TV a Crítica que está cobrando pela transmissão através do aplicativo ‘Parintins Play’.

Veja a nota de empenho na íntegra

Veja a inscrição da empresa ERA Ltda