UBS Áugias Gadelha alaga durante chuva torrencial no Cidade Nova (ver vídeos)

Vídeos gravados pelos próprios pacientes mostram o momento em que o local está totalmente inundado

Foto: Reprodução

A chuva torrencial que castigou Manaus, na manhã desta segunda-feira (17), causou diversos prejuízos aos moradores da zona Norte de Manaus. Nem mesmo os pacientes que aguardavam por consulta médica na Unidade Básica de Saúde (UBS) Áugias Gadelha, situada no conjunto Ribeiro Júnior, no bairro Cidade Nova, na zona Norte da cidade, foram poupados. (vídeo no final da matéria)

Pacientes que aguardavam por atendimento na unidade de saúde foram surpreendidos com a quantidade de água que invadiu o local. As águas subiram cerca de 20 centímetros do solo e deixaram todos as pessoas com os pés dentro d’água. Os atendimentos tiveram que ser interrompidos.

Vídeos gravados pelos próprios pacientes da unidade de saúde mostram o momento em que as águas  inundam o local, que comporta grande quantidade de pessoas que buscam por tratamento das síndromes gripais, que aumentaram por conta do inverno amazônico, e também o dos casos de covid-19.

Em nota, a Prefeitura de Manaus informou que devido ao temporal os atendimentos foram suspensos, mas que foi parcialmente normalizado no período da tarde, após as chuvas. Com isso, somente pacientes com suspeita de síndromes gripais foram atendidos. Mas que está previsto  que a unidade retome suas atividades normais nesta terça-feira (18).

A equipe de ronda do Radar Amazônico esteve na unidade de saúde e constatou que o local já estava seco, no entanto, havia muita gente aguardando por atendimento e que a maioria deles estavam com tosse.

UBS Áugia Gadelha totalmente aglomerada.
Foto: Radar Amazônico

Mais inundações

Além da UBS Áugias Gadelha, a UBS Enfermeira Ivone Lima dos Santos e ainda o depósito da maternidade Dona Nazira Daou, também ficaram inundadas nesta manhã durante a chuva. Não foram informados outros prejuízos, no entanto, as águas poluídas podem agravar as infecções ou desenvolver novas inflamações no corpo humano.

alagamento em depósito da Maternidade Nazira Daou. Foto: Reprodução

Pacientes que precisaram ir à UBS Enfª Ivone Lima dos Santos, localizada na rua Luis Corrente, conjunto Ouro Verde, bairro Coroado, zona Leste de Manaus, sequer tiveram permissão para entrar na unidade de saúde.

Com a justificativa de não aglomerar pacientes, mulheres, crianças e idosos ficaram do lado de fora da unidade, expostos às chuvas, já que os funcionários da unidade de saúde obrigaram os pacientes a aguardarem do lado de fora, durante chuva torrencial.

Veja vídeos do momento do alagamento de UBS: