Ufam assinará termo de cooperação técnica pioneiro com Universidade de Hubei, na China

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) firmará, na próxima quarta-feira (19), um acordo de cooperação técnica pioneiro com a Universidade de Hubei, na China. O anúncio foi feito pelo reitor da Ufam, professor Sylvio Puga.

A assinatura será feita durante o 7º Fórum Acadêmico de Alto Nível China-América Latina articulado pela Ufam. O evento será realizado de 19 a 22 de setembro, com programação distribuída entre Teatro Amazonas, Studio 5 – Centro de Convenções e Faculdade de Estudos Sociais da Universidade Federal do Amazonas (FES/Ufam). (Veja a programação no fim da matéria)

“É a primeira vez que o fórum Acadêmico de Alto Nível China-América Latina é realizado na Amazônia e, para nós, da Ufam, é uma honra articular o evento na América Latina. O reitor em exercício da Universidade de Hubei, Jiang Tao, estará presente no Fórum e, na oportunidade, assinará um acordo de cooperação técnica com a Ufam. Será a primeira vez que a Ufam fará um acordo com uma universidade chinesa. A celebração do acordo será o primeiro passo do fortalecimento das nossas relações com a China, um país que tem a segunda maior economia do mundo e também a segunda maior produção científica mundial”, disse o reitor da Ufam, professor Sylvio Puga.

O evento reúne, desde 2012, pesquisadores chineses vinculados à Academia Chinesa de Ciências Sociais (CASS) e acadêmicos latino-americanos, vinculados a Universidades brasileiras, argentinas, chilenas e mexicanas para debater temas sobre a relação entre a China e a América Latina.

Entre os temas debatidos nesta edição estão: Inovação tecnológica em Biotecnologia e Segurança não-tradicional; os desafios políticos relacionados à presença da China na América Latina e as possibilidades de cooperação entre as sociedades da China e da América Latina.

O Fórum é de caráter reservado e tem como organizadores, além do reitor e da assessora de Relações Internacionais da Ufam, professora Leda Brasil, os professores Marcos Cordeiro Pires e Luís Antônio Paulino, ambos da Universidade do Estado de São Paulo (Unesp); o professor José Luís Valenzuela, do Centro de Estudos Latino-americanos sobre a China junto à Universidade chilena Andrés Bello (CELC/Unab); o professor Gustavo Enrique Santillan, da Universidade Nacional de Córdoba/Argentina e do professor Zhou Zhiwei, do Instituto Confúcio, da Unesp.

Acesse a programação completa

Com informações da assessoria da Ufam.