Ufam promove “Sexta Cultural” virtual

Foto: Divulgação.

O Projeto “Sexta Cultural INC” do  Instituto Natureza e Cultura da Universidade Federal do Amazonas (INC/Ufam) tem o objetivo de valorizar as linguagens artísticas, como a música, teatro, dança e artes visuais.

As apresentações serão divulgadas nos Grupos de WhatsApp do INC e Facebook. Os interessados devem enviar as apresentações aos WhatsApps: (92) 99118-1360 (Gérson) e (97) 99139-3211 (Benara).

De acordo com o coordenador Raimundo Gérson Luzeiro Cardoso, o critério de avaliação funcionará no seguinte molde: aceitar a divulgação de imagem nas redes sociais; produzir um vídeo de no máximo de 3 minutos com apresentação da proposta (música, recital de poema, leitura de um texto, apresentar palavras de apoio ao momento de pandemia e outros).

De acordo com o coordenador, os alunos do INC têm inclinação às artes e, a partir daí, foram estimulados participar de uma ação experimental que, posteriormente, tornou-se uma proposta de projeto de extensão.

“Criamos este Projeto com a finalidade de estreitar o relacionamento entre a universidade e a sociedade, pois também se apresentam nesse espaço, alunos egressos e diversos artistas locais. É mais uma maneira de permitir aos discentes uma nova forma de construção de conhecimento científico articulado a saberes locais”, afirmou Gérson Cardoso.

As apresentações eram realizadas, antes da pandemia da covid-19, toda sexta-feira, no Hall do INC, no intervalo de almoço.

Segundo ele, desde 2011, apresentações artísticas já ocorriam por meio do Projeto de Extensão “Caravana Poética”, que envolvia discentes, docentes, técnicos e comunidade em geral e, a partir daí, foram intensificadas essas ações no sentido de fomentar as linguagens artísticas no âmbito acadêmico.

O coordenador acredita que com o Projeto ”Sexta Cultural”, servirá de “termômetro” para descobrir novos talentos, o que permitirá desenhar a criação do Festival Universitário de Música, que contemplará todas as linguagens artísticas: música, dança, teatro e artes visuais.

(*) Com informações da assessoria da Ufam.