“Um dia histórico para o Amazonas”, diz Rotta sobre a promulgação da ZFM

rotta-zona franca

Na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o líder do PMDB na Casa, deputado estadual Marcos Rotta, após a promulgação da Emenda Constitucional que prorrogou os incentivos fiscais da ZFM até 2073, destacou a importância econômica da Zona Franca para o Amazonas, e o esforço de diversos parlamentares amazonenses que conseguiram deixar claro para seus colegas de Congresso Nacional o que significa a manutenção desse modelo industrial, não só para o o Estado mas para o Brasil.

“Hoje é um dia histórico para o Estado do Amazonas e nós precisamos reconhecer homens e mulheres que foram capazes de traduzir o anseio de todo um Estado e não apenas de um partido ou de um parlamentar. O anseio de um Estado reconhecidamente rico, que tem 98% da sua mata e suas riquezas preservadas, mas que necessita nesse momento dessa prorrogação de incentivos fiscais para a garantia de emprego e renda. Agradeço o empenho de todos os parlamentares envolvidos nesse processo, que lutaram para que tivéssemos hoje esse resultado, um marco importantíssimo para a preservação das nossas riquezas e a preservação direta de mais de 120 mil empregos”, disse o peemedebista.

Rotta também lembra que é preciso incentivar o fortalecimento de outras fontes de renda, aproveitando os potenciais que o Amazonas possui. “Ao mesmo tempo que temos que ser gratos a esse fato, temos que procurar alternativas econômicas para o Amazonas. Essa dependência que temos do Polo Industrial de Manaus é algo que precisa ser revisto. Precisamos desenvolver aqui os nossos polos de cosméticos, da construção naval, do turismo, que é a nossa maior vocação. Precisamos chamar mais turistas ao Amazonas e um grande exemplo foi a copa do mundo na nossa cidade, que mostrou os potenciais a milhares de turistas brasileiros e estrangeiros, que se encantaram com as belezas naturais e a hospitalidade do povo amazonense. Mas hoje, em especial é uma vitória em favor do Amazonas, em favor do Polo Industrial e da geração de emprego e renda para o nosso Estado”, finalizou.