Unidades polos de Educação de Jovens e Adultos serão ampliadas em Manaus

A Prefeitura Municipal de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realiza o reordenamento de alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) de escolas da rede municipal das zonas Oeste e Centro-Sul para o melhor uso dos recursos financeiros e de pessoal durante o ano letivo de 2018.

A secretaria definiu as escolas municipais Abílio Nery e Aristides Barreto, na zona Oeste; e Antisthenes de Oliveira Pinto e João Queiroz, na zona Centro-Sul, como unidades polos que vão receber quase 460 alunos da EJA. Nas unidades polo, os estudantes poderão se matricular em turmas nos turnos vespertino e noturno.

Com o reordenamento, as escolas Maria Rufina, João Alfredo, Elvira Borges, Eliana Lúcia, São Benedito e Raimundo Theodoro Botinelly, deixarão de atender alunos da EJA. Atualmente, a Semed tem 76 escolas que atendem 13.973 estudantes dentro dessa modalidade. Esse processo de reordenamento já foi realizado no ano letivo de 2017, quando outras unidades foram transformadas em polos, atendendo oito turmas, com 158 alunos.

A secretaria verificou o grande número de abandono escolar desses alunos ao longo do ano, por isso o reordenamento, para garantir o direito ao processo de ensino e aprendizagem desses alunos, deixando claro que não há qualquer intenção, por parte da secretaria, de acabar com as turmas de Educação de Jovens e Adultos, uma vez que o ensino é assegurado por lei.

“Diante de estudos, decidimos que esses alunos seriam realocados em escolas próximas de suas casas e do trabalho, de acordo com o que fosse melhor para eles. Estamos abrindo turnos específicos, para que os alunos não deixem os estudos, como normalmente acontece no decorrer do ano, por diversos motivos. A secretaria garante o atendimento da modalidade”, explicou a gerente da EJA na Semed, Alina Bindá.