Universitários realizam ações sociais em ONG Casa dos filhos

ong-casa-dos-filhos-1-capa

ong-casa-dos-filhos-2Crianças da ONG “Casa dos filhos” participaram em todo o mês de outubro de ações sociais promovidas pelos acadêmicos do curso de engenharia civil da faculdade Estácio. Entre as ações estão oficinas voltadas para educação das crianças, oficinas de artesanato e palestras sobre drogas e doenças sexualmente transmissíveis. A ONG fica localizada na Rua 70, quadra 147, no bairro Francisca Mendes.

Ao todo 18 universitários participam das ações que envolvem cerca de 25 crianças entre 3 e 10 anos, que são atendidas pela ONG. No dia das crianças os acadêmicos distribuíram ao todo 30 brinquedos, disponibilizaram cama elástica e realizaram algumas brincadeiras com as meninas e meninos da “Casa dos filhos” e da comunidade ao redor.

“Temos como objetivo promover a educação entre as crianças, além disso, estamos vendendo rifas para arrecadar dinheiro e construirmos uma brinquedoteca e uma sala de aula, para assim ampliar a capacidade de acolhimento da ONG, que atualmente tem uma fila de espera com 80 crianças”, disse a universitária e coordenadora da ação social, Paloma Alonso.

Ação continua em novembro

Hoje (4), os alunos irão realizar o sorteio das duas rifas que ajudarão na construção da sala de aula e brinquedoteca. No dia 17 de novembro, dentro da faculdade Estácio, um grupo teatral a convite dos universitários fará uma encenação  com o intuito de sensibilizar os colegas sobre o abuso infantil, o evento é aberto para o público em geral.

Sobre a ONG Casa dos filhos

A ONG foi inaugurada no dia 31 de julho de 2016, pelo ministério paixão e compaixão. O local conta com 10 voluntários, que realizam de segunda a sexta, no horário de 14h as 17h30, reforço de matemática e português, a “Casa dos filhos” ainda oferece aulas de inglês, de dança e introdução à música.

A instituição ainda realiza trabalho com os pais das crianças que atende, oferecendo oficinas mensais de atividades como culinária, panificação e jardinagem com o intuito de aproximar e motivar o empreendedorismo na vida dessas pessoas, que em muitos casos sobrevivem de trabalhos informais.