Vacinação contra a poliomielite já alcançou mais de 75% do público alvo em Manaus

A Campanha Nacional Contra a Poliomielite (Paralisia Infantil), iniciada no dia 6 de agosto, atingiu 75,37% do público alvo em Manaus, estimado em 138.641 crianças na faixa etária de um ano até quatro anos, 11 meses e 29 dias. De acordo com dados da Prefeitura de Manaus, repassados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), desde o início da campanha, foram vacinadas 104.493 crianças, mas 34.148 ainda não foram protegidas contra a doença.

A diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica (Devae/Semsa), Marinélia Ferreira, explica que a meta da Semsa é vacinar, no mínimo, 95% do total do público alvo na faixa etária indicada para a campanha, representando 131.709 crianças.

“A crianças que já receberam a dose da vacina participaram da campanha nas Unidades de Saúde do município e também nos 549 postos montados pela Prefeitura de Manaus no Dia Nacional de Mobilização contra a Poliomielite, 18 de agosto. O trabalho continua de forma intensa nas Unidades de Saúde, mas há pais que ainda precisam procurar uma sala de vacina para garantir a proteção dos filhos contra a doença”, ressaltou Marinélia Ferreira.

Entre as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da rede municipal com sala de vacina, funcionando das 7h às 17h, a Prefeitura de Manaus mantém 10 UBSs abertas para o atendimento ao público até 21h, de segunda a sexta-feira, e das 8h às 12h, aos sábados. A lista com o endereço e horário de funcionamento das 183 salas de pode ser acessada no site http://semsa.manaus.am.gov.br.

Além das ações intensificadas nas UBSs, os Distritos de Saúde (Disa) Sul, Norte, Leste, Oeste e Rural estão realizando busca ativa em Centros de Educação Infantil, creches municipais e particulares, e pontos estratégicos, onde é possível facilitar o acesso da população ao serviço de vacinação contra poliomielite.

Na manhã desta quarta-feira, 29/08, as equipes de imunização do Disa Norte e da Unidade Básica de Saúde da Família – Norte 19 (UBSF – N 19) realizaram a vacinação de um grupo de alunos no Centro Educacional Diante do Aprender, no bairro Colônia Santo Antônio, que atende crianças entre dois e cinco anos de idade.

Segundo informações do enfermeiro Luciano da Silva Pereira, técnico do Disa Norte responsável pela ação no Centro Educacional, a zona Norte de Manaus tem uma meta de vacinação de 42.210 crianças e o Distrito de Saúde elaborou junto com as UBSs um plano de ação estratégico, atendendo as especificidades de cada território.

“O Disa Norte já atingiu cerca de 80% da meta estabelecida, mas o objetivo é continuar reforçando o trabalho para aumentar a cobertura vacinal. A estratégia é fazer uma busca ativa, identificando os pontos de circulação do público alvo em cada território, como creches e escolas, inclusive as particulares, e orientando a população sobre a importância da vacina”, afirmou Luciano Pereira.

Poliomielite

O Brasil não registra casos de poliomielite desde 1990, mas outros países, como o Paquistão e o Afeganistão, continuam com notificações da doença e por isso a cobertura vacinal precisa ser mantida. A previsão inicial é que a campanha encerre na próxima sexta-feira, 31 de agosto.

A poliomielite é uma doença infecto-contagiosa aguda, causada por um vírus que vive no intestino, denominado Poliovírus. Os sintomas são parecidos com os de outras doenças virais ou semelhantes às infecções respiratórias como gripe, mas pode ocorrer o desenvolvimento da forma paralítica da doença e, em alguns casos, levar à morte.

A transmissão ocorre pelo contato direto pessoa-pessoa, pelas vias fecal-oral ou oral-oral, através de gotículas expelidas ou pela ingestão de água e alimentos contaminados com fezes contendo o vírus. A poliomielite não tem tratamento específico e pode ser evitada pela vacinação.

Fonte: Assessoria de comunicação da Semsa

Fotos: José NIldo/Semsa