Vasco empata com o Paraná, mas sai da zona de rebaixamento

O Vasco apenas empatou por 1 a 1 com o Paraná, nessa segunda-feira (1º), na Vila Capanema, em Curitiba, no encerramento da 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Alex Santana abriu o placar para os donos da casa, mas Maxi López igualou para a equipe carioca.

O Vasco tinha como objetivo a conquista dos três pontos, mas pelo menos conseguiu sair da zona de rebaixamento com o ponto conquistado na capital paranaense.

O Vasco está agora na 16ª colocação com os mesmos 30 pontos de Ceará e Bahia, mas com um saldo de gols menor, e um a mais que o Vitória, novo clube na zona de rebaixamento. O Paraná, por sua vez, segue cada vez mais afundado na última posição, com 16 pontos, e tem 99% de risco de ser rebaixado.

O Vasco agora terá uma semana de treinamentos até o clássico com o Botafogo, dia 9, no Engenhão. Já os paranaenses encaram o Fluminense, dia 8, no Maracanã.

Paraná e Vasco fizeram um jogo tecnicamente muito ruim, com erros de passes e conclusões feias. Dentro de suas limitações, o time da casa até que se apresentou bem, principalmente no segundo tempo, quando teve mais volume. O Cruzmaltino, por sua vez, continuou com sua sina de falhas defensivas e pareceu estar muito cansado na etapa final.

Aos oito minutos, quando o Vasco dominava as ações, o Paraná se lançou ao ataque e Alex Santana, da intermediária, resolveu experimentar. A bola desviou no zagueiro Leandro Castan, enganou Martín Silva e morreu no fundo da rede. Time da casa na frente.

Aos 17, Giovanni Augusto chegou na linha de fundo, cruzou, Maxi dominou, rolou para trás e Andrés Rios chutou. A bola tinha direção certa, mas desviou na zaga e saiu.

Aos 24, após escanteio, a bola sobrou limpa para Ortigoza empurrar para o gol, mas ele isolou, irritando a torcida do Paraná. Era a chance de ter feito o 2 a 0.

Aos 32, Maxi López, com um lindo pivô, realizou o famoso “faz e me abraça” para Giovanni Augusto, mas o meia chutou e Richard fez grande defesa.

Aos 48 minutos, Ramon recebeu dentro da grande área pela esquerda, cortou o zagueiro e foi derrubado. Pênalti que Maxi López chamou a responsabilidade, cobrou com categoria e empatou o jogo para o Vasco.

Na etapa final, a primeira chance de gol foi do Paraná. Aos 8min, Silvinho recebeu, Rafael Galhardo deu espaço e o meia do Paraná chutou com perigo, assustando Martín Silva.

Aos 11, Ortigoza ia sair cara a cara com Martín Silva e Leandro Castan fez a falta. O árbitro expulsou o zagueiro de forma direta.

Aos 31, Kelvin tocou para Giovanni Augusto, o meia ajeitou para a direita e bateu colocado. A bola passou raspando o travessão.

Apesar de ter um jogo a menos, o Vasco ainda tentou até o fim. Na última jogada, Henrique avançou pela esquerda, mas o cruzamento passou por tudo mundo. Na sobra, Pikachu fez um cruzamento rasteiro, mas a zaga afastou, com o juiz encerrando a partida logo em seguida.

PARANÁ

Richard; Leandro Vilela, Jesiel, Charles, Mansur; Torito González, Alex Santana, Juninho; Deivid, Silvinho, Ortigoza. T.: Claudinei Oliveira

VASCO

Martín Silva; Rafael Galhardo (Kelvin), Leandro Castan, Luiz Gustavo, Ramon; Willian Maranhão, Bruno Cosendey (Thiago Galhardo), Giovanni Augusto; Yago Pikachu, Maxi López, Andrés Rios (Oswaldo Henríquez). T.: Alberto Valentim

Estádio: Durival Britto, Curitiba (PR)

Juiz: Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Cartões vermelhos: Leandro Castan (Vasco)

Gols: Alex Santana, aos 8min do primeiro tempo (Paraná); Maxi López, aos 49min do primeiro tempo (Vasco)

Fonte: Notícias ao Minuto