Veja perguntas e respostas sobre a queda do avião da EgyptAir

aviao-egyptair3 capa

Ainda há muito a ser esclarecido sobre o que aconteceu com o avião da companhia EgyptAir queia de Paris para o Cairo e desapareceu do radar na madrugada desta quinta-feira (19). Veja perguntas e respostas sobre o caso.

Qual era a rota do voo e que horas ele deveria ter chegado ao destino?
O voo MS804 da companhia EgyptAir saiu do aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, na quarta-feira (18) às 23h09 (18h09 em Brasília). Seu destino era o Cairo, capital do Egito. A duração do voo era de cinco horas, e o avião deveria ter pousado no Aeroporto Internacional do Cairo na madrugada desta quinta-feira (19), às 3h15 (horário de Paris e do Cairo).

Onde o avião estava quando desapareceu do radar?
O último registro do avião foi sobre o mar Mediterrâneo, às 2h39 (horário de Paris e do Cairo), quando mudou a rota subitamente. A torre de controle de Atenas, na Grécia, fez o últmo contato com o voo 10 minutos antes do desaparecimento. Segundo o governo da Grécia, depois que entrou no espaço aéreo do Cairo, a aeronave “fez guinadas” e desceu 90 graus para a esquerda e 360 graus para a direita. O avião estava a 37 mil pés (11.300 metros).

O piloto avisou se havia algum problema no avião?
“Nenhum problema” foi assinalado pelo piloto no último contato com os controladores de tráfego aéreo gregos, afirmou a aviação civil grega.

Quantas pessoas estavam a bordo?
A aeronave levava 56 passageiros e 10 tripulantes.

Qual é a nacionalidade dos ocupantes do voo? Algum é brasileiro?
Segundo o governo da França, havia 15 pessoas de nacionalidade francesa a bordo. A EgyptAir divulgou também que o voo transportava 30 egípcios, dois iraquianos, um britânico, um belga, um kuwaitiano, um saudita, um sudanês, um chadiano, um português, um argelino e um canadense. Nenhum brasileiro estava a bordo.

Qual é o modelo do avião?
É o Airbus A320, uma das aeronaves mais vendidas no mundo para companhias aéreas que fazem voos de curtas e médias distâncias.

Já foram encontrados destroços da aeronave?
Sim. A companhia EgyptAir publicou no Twitter que recebeu informação, do Ministério de Relações Exteriores do Egito, de que os destroços foram encontrados perto da ilha de Karpathos. Segundo a EgyptAir, os familiares dos passageiros e da tripulação já foram avisados.

Mais cedo, as agências de notícias haviam informado que uma fragata grega em busca do avião desaparecido encontrou dois grandes objetos flutuando em uma região do mar a 230 milhas ao sul da ilha de Creta. Os dois objetos parecem ser peças de plástico nas cores vermelho e branco.

O Ministério da Defesa afirmou que autoridades também investigam o alerta de um capitão de um navio mercante que relatou ter visto uma “chama no céu” cerca de 130 milhas náuticas ao sul da ilha de Karpatos.

Há sobreviventes?
Ainda não se sabe.

Foi um atentado terrorista?
Não se sabe. O ministro egípcio da Aviação Civil, Sherif Fathi, disse que a possibilidade de um ataque terrorista ter sido a causa do desaparecimento é “mais forte” do que a de falha técnica. Já o presidente da França, François Hollande, afirmou que “nenhuma hipótese pode ser descartada”. Nenhum grupo reivindicou o ataque até o momento.

Quem eram o piloto e o copiloto?
A companhia aérea informou que o piloto do avião, cujo nome não foi divulgado ainda, tinha 6.275 horas de voo, incluindo 2.101 horas no comando de um Airbus A320. O copiloto tinha 2.766 horas de voo. A aeronave foi produzida em 2003.

queda-aeronave-mediterraneo-v3_bUKZc7s

Fonte e gráficos: G1