Venezuelanos acampados em frente a rodoviária recebem ação de saúde

Os indígenas da etnia Warao e demais famílias venezuelanas acampadas próximas ao viaduto de Flores e da rodoviária de Manaus, zona Centro-Sul recebem, nesta quinta-feira (13), uma ação de Saúde que envolve desde consultas clínicas, testagem rápidas a exames. A atividade é coordenada pelo Departamento de Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde (DAP/Semsa).

No local, as equipes técnicas de atenção e vigilância em saúde do Disa Sul, além do Consultório de Rua (CnaR) realizarão triagem, emissão do cartão SUS, aferição de pressão arterial, avaliação antropométrica, consultas clínicas e de enfermagem, imunização, exames da pele para detecção de dermatites e outros agravos da pele, inclusive hanseníase.

Além disso, haverá identificação de sintomáticos respiratórios, testagem rápida, distribuição de preservativos, continuidade do cuidado (serviço social) a rede de atenção primária e outros níveis de atenção. As situações mais agudas serão imediatamente encaminhadas para uma UBS referenciada: UBS Rayol dos Santos (Centro-Sul) ou UBS Mansour Bulbol (Centro-Oeste).

A ação contará com o apoio Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semmasc), Secretaria Estadual de Justiça, Direitos e Cidadania (Sejusc), Secretaria Estadual de Saúde (Susam) e Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas).