Vereador é preso em flagrante por pedofilia em Coari

44f44f10-ef40-4ea4-a2c5-d469d6369f88O vereador do município de Coari, empresário Rocivaldo Coutinho dos Santos (PTC), 43 anos, mais conhecido por “Passarão”, foi preso em flagrante na noite desse domingo (10) pela polícia de Coari sob a acusação de pedofilia.

Segundo informações, no momento de sua prisão, o vereador estava acompanhado de uma menina de 12 anos. Passarão está preso na delegacia de  Coari.

Estupro no carro

Informações de fontes do Radar em Coari, dizem que o vereador Passarão estava mantendo relações com a menor de 12 anos dentro do seu carro, no momento de sua prisão, o que se caracteriza como estupro de vulnerável conforme o Código Penal.

Registro feito na Delegacia especializada de Polícia de Coari (DEP) mostra que a prisão foi por volta das 23h30m, neste domingo (10), na rua G, conjunto Amazonino Mendes, bairro da União, em Coari. De acordo com a delegada titular da DEP, Ana Oliveira, o vereador mantinha um relacionamento com a menor há um ano. “Inicialmente, o vereador manteve um relacionamento com a tia da menina, mas ele se interessou pela jovem e começou a se relacionar com a adolescente, quando ela tinha 11 anos, quando ele iniciou as investidas”, disse, informando que Rocivaldo oferecia bens materiais para atrair a vítima.

Ainda de acordo com a delegada, já existia inquérito instaurado contraAlYdlPmrJIfbE7wz14X9CDlMEqi_JAudFPJI6TQ3v5Mg o homem pelo mesmo crime e, na noite de domingo, a polícia recebeu uma denúncia anônima que informou o endereço, onde o parlamentar estaria em companhia da menor no interior de um automóvel. Em seguida, os policiais fizeram a diligência para identificar a procedência dessa denúncia e conseguiram fazer o flagrante dele em companhia da menor.

Em depoimento à delegada, a vítima confirmou que mantinha um relacionamento com o vereador há um ano e, inclusive, relatou que, no momento da abordagem da polícia, eles estavam “namorando”.

Rocivaldo foi encaminhado à DEP para os procedimentos legais da prisão. Após o término dos procedimentos, ele será conduzido à Unidade Prisional de Coari, onde permanecerá à disposição da justiça.Atz96t9ECvNSvkETc6BCwzsUj7onQ85DNn5RrsJBPb1r