Vereadores de Atalaia do Norte pedem socorro por causa da violência

Os vereadores do município de Atalaia do Norte, cidade a 1.136 quilômetros de Manaus, na Região do Alto Solimões dizem ser cada vez mais alarmantes os índices de violência e o tráfico de drogas. Eles apontam a falta de investimentos no sistema de segurança pública como o principal problema dos moradores do município de Atalaia do Norte. O assunto foi trazido ao Poder Legislativo por meio dos vereadores César Mayuruna (PSL) e Marcelo Make Turu (PSDB) em reuniões com a deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB).

Representantes dos povos indígenas na Câmara Municipal de Atalaia do Norte, eles buscam apoio da Assembleia para minimizar a crise da segurança que vem afetando a cidade. Na conversa com Alessandra, eles citaram que o principal problema é a falta de segurança. Em seguida aparece o pouco investimento em educação.

“Segurança e educação, sem dúvida, são os dois principais problemas enfrentados por Atalaia do Norte atualmente. Nossa juventude está se perdendo para as drogas e a violência. Além do efetivo da Polícia Militar e Polícia Civil ser insuficiente, quase não existe esporte e lazer para as crianças e adolescentes”, relatou Mayuruna durante reunião com a deputada na tarde da última quinta-feira, 19 de julho.

Em encontro com Alessandra antes do recesso, o vereador Make denunciou a falta de escolas, fardamento e merenda escolar para as crianças e adolescentes do município. O sucateamento dos equipamentos do hospital do município, a falta de medicamentos e a saúde indígena precária também foram pautados como desafios a serem superados no município conhecido como a “Pérola do Javari”.

A deputada Alessandra se comprometeu a encaminhar todos os pedidos às secretarias de Segurança Pública (SSP), Educação (Seduc) e Saúde. De imediato, a deputada já articulou o envio de reforço para a Polícia Civil.

“Em relação à Polícia Civil a gente já está levando uma novidade boa. Já estão sendo encaminhados três investigadores do último concurso que nós ajudamos nessa nomeação que eles conseguiram através da Justiça. Agora vamos trabalhar para aumentar o efetivo da Polícia Militar e cobrar também a presença de Forças Federais em Atalaia do Norte, já que o município é localizado na região de fronteira”, concluiu a parlamentar.

Fonte: Assessoria de comunicação da deputada