Vice-prefeito de Beruri é preso em flagrante com dinheiro que seria usado para a compra de votos (ver vídeo)

Na véspera das eleições deste domingo (15), o vice-prefeito e candidato à reeleição de Beruri (a 173 km da capital), Wulpicilander Ferreira (MDB) conhecido como ‘Landinho’ foi preso em por crime eleitoral ao ser flagrado com dinheiro que seria utilizado para a compra de votos.

Landinho é vice da prefeita Maria Lucie dos Santos MDB), chamada popularmente de “Dona Maria”.

Em vídeo que circula pelas redes sociais, é possível ver a equipe de fiscalização apreendendo pouco mais de R$ 1 mil dividido em diferente notas de dinheiro, que variavam de R$ 50 até R$2 reais, com o candidato.

Após o flagrante, Landinho foi conduzido à delegacia do município para prestar informações sobre a finalidade do dinheiro e em seguida foi liberado. Após esse processo, o inquérito policial deve ser enviado ao Ministério Público Eleitoral, que vai analisar qual providência jurídica será aplicada.

Ilegalidade

A compra de votos é ilícito eleitoral punido com a cassação do registro ou do diploma do candidato e multa, de acordo com o artigo 41-A da Lei das Eleicoes (Lei nº 9.504/1997), e inelegibilidade por oito anos, segundo a Lei da Ficha Limpa (LC nº 135/2010).