“Vida se paga com vida”, diz facção em bilhete deixado ao lado de corpo executado

Foto: Reprodução internet

Um homem, de nome e idade ainda não identificados, foi assassinado a tiros na madrugada desta quinta-feira (25), na avenida das Flores, Zona Norte de Manaus. Ao lado do corpo, foi deixando um bilhete assinado pelo Comando Vermelho, uma das facções criminosas que atua no tráfico de drogas do estado.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), um motociclista que trafegava pela rua percebeu quando ocupantes de um veículo, modelo Gol de cor branca e placas não identificadas, levaram o homem até uma área de pouca movimentação e atiraram diversas vezes na vítima. Em seguida, os homens adentraram no veículo e fugiram.

A testemunha acionou uma equipe da PM, que foi até o local e constatou o crime. O homem aparentava ter entre 20 a 25 anos e possuía uma tatuagem na perna.

Para a polícia o morte foi uma espécie de vingança, tendo em vista que o bilhete deixado próximo ao corpo dizia “Morri por tirar a vida de um irmão. Vida se paga com a vida. CV-AM”.

O Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção do corpo e a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), irá investigar o caso.