Vídeo mostra a cúpula da segurança pública do Estado na rua em plena atividade de campanha à reeleição do governador

Era o dia 27 de setembro e o local é o conjunto Viver Melhor, construído com recursos públicos oriundos do Governo Federal e do Governo do Estado. E assim como este residencial é uma obra pública, as pessoas que lá estiveram em atividade de campanha também são pagas com dinheiro público, ou seja, deveriam estar servindo aos cidadãos que pagam seus salários.

Estou falando de policiais militares fazendo bandeirada e panfletagem para o governador José Melo, coordenados pelo próprio secretário de Segurança Pública do Estado, Coronel PM Vital e demais oficiais que comandam órgãos do sistema de segurança, como por exemplo a Corregedoria de Polícia, responsável pela averiguação de atos ilegais e punição de policiais com má conduta, mas que comete crime eleitoral pelo uso da máquina pública, ato tão condenável quanto aqueles que pune. Na atividade de campanha estava presente o corregedor de policia, coronel Cabral, atuando na vista de todos como cabo eleitoral do governador.

Do mesmo modo, estava na rua fazendo campanha, e não combatendo o crime, o comandante do Ronda no Bairro – ou seria melhor chamar de Ronda na Eleição – o coronel Roosevelt, utlizando-se de policiais sobre o seu comando para servirem de cabos eleitorais do governador.  Nesse video você vai ver a atuação digna de um dos piores folhetins policiais sobre uma polícia que não serve ao cidadão, mas sim a quem esta no Poder, e vai ver até mesmo o uso de carros oficiais pagos com o dinheiro do povo, assim como até o combustível usado para abastecer esses veículos. Essa é a polícia para a qual, se pudéssemos, chamaríamos a polícia para combater seus atos, mas infelizmente isso não é possível. (Any Margareth)