Vídeo mostra drama de motoristas que enfrentam atoleiros e ‘enfiam’ pés na lama na AM-010

Governo do Amazonas já pagou R$ 30 milhões em manutenção na rodovia, mas buraqueira não foi resolvido

Foto: Divulgação

Caminhoneiros que trafegavam nessa segunda-feira (25) na estrada AM-010, que liga Manaus a Itacoatiara, sofreram momentos de tensão por conta das péssimas condições da estrada. Enfrentando atoleiros e colocando a segurança em risco, muitos passageiros e motoristas precisaram “enfiar” os pés na lama para passar pelo trecho. O drama é vivido por anos por quem mora no entorno ou precisa escoar produção pela via.

Chama atenção que a estrada teve verba milionária destinada para a reforma e manutenção da via, com o valor total de R$ 366 milhões, sendo R$ 151 milhões do total pago com dinheiro dos cofres do estado do Amazonas e o restante do governo federal. Os valores milionários viraram alvo de investigação do Ministério Público Federal (MPF).

Os caminhões pararam na via no km 72, por conta da falta de condições de tráfego no trecho. O problema foi potencializado por conta do feriado na cidade, que tinha uma atração nacional, gerando um grande engarrafamento na estrada. Ao todo, três caminhões atolaram no trecho, fechando as duas vias da estrada, deixando a população sem ter como ir e vir.

De acordo com moradores do município de Itacoatiara, o problema na estrada já é antigo e vem piorando nos últimos anos, mesmo com os investimentos milionários no estado, que já pagou R$ 30 milhões dos R$151 milhões.

Em rede social, o vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, detalhou uma operação organizada por moradores que levou reformas para alguns trechos da via. “A ação foi para jogar pelo menos barro na AM-010, que está horrível, está intrafegável. Onde o governo do estado do Amazonas não vem fazer o seu papel, a população tira do próprio bolso para resolver a situação”, postou.

Em vídeos postados por quem passou pela situação, foi relatado que passageiros de um veículo precisaram sair do carro e afundar os pés na lama até que o condutor pudesse retirar o carro do atoleiro em segurança. “Em determinado trecho, os passageiros precisam descer, pois está horrível o trecho”, narrou quem filmava a cena.

Problemas anteriores

No último dia 10, moradores da comunidade Água Branca fecharam um trecho da AM-10 que liga Rio Preto da Eva a Itacoatiara. Os comunitários, em manifestação, pediam a recuperação do ramal da comunidade.

As fortes chuvas e o descaso do poder público transformaram o ramal em um trecho tomado por barro e buracos, que impede a passagem de veículos no local. Em vídeos feitos na manifestação, moradores pediam por providências.

Os manifestantes denunciaram que crianças estavam andando diariamente cerca de 6 quilômetros para irem à escola, pois os ônibus escolares não conseguem mais chegar até a comunidade.

Estudantes caminhando para a escola

Em março de 2022, as condições precárias da estrada causaram um grave acidente no quilômetro 128, com diversas crateras e valas no local, além do mato que invadia a pista e prejudicava os condutores no local. “Olha o estado que essa estrada está. O cara já até bateu ali e quebrou (o carro). Toda vez que meu caminhão vem aqui, tem prejuízo, quebrando alguma peça. Governador, o senhor só promete e não faz nada”, criticou na época o motorista que flagrou a cena.