Vigia é indiciado por mostrar genitália para criança que oferecia tucumã

VIOLACIONES – PRODUCCION/ imagem ilustrativa 

Um vigia de 42 anos foi indiciado por cometer um ato libidinoso na frente de uma criança de 10 anos. O crime aconteceu no dia 18 fevereiro deste ano, quando a pequena oferecia tucumã – que a mãe vendia – para o homem que aproveitou o momento para mostrar o órgão genital à ela, no município de Itapiranga (distante a 227 quilômetros da capital). A  investigação foi concluída nessa segunda-feira (1º).

Conforme o delegado Aldiney Nogueira, titular da 38ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) no município, contou que a mãe teria acionado a polícia e o suspeito foi levado à delegacia.

“Ele foi flagranteado, passou por interrogatório e foi liberado após pagamento de fiança no valor equivalente a três salários mínimos, tendo em vista que a lei permite o arbitramento em crimes cuja pena não seja superior a quatro anos”, explicou.

Na delegacia, o suspeito demonstrou nervosismo e confessou o crime à equipe. Porém, durante o interrogatório, ele afirmou que quando ia tirar o dinheiro para comprar o tucumã, acidentalmente acabou mostrando suas partes íntimas. A alegação não convenceu a equipe policial, principalmente pelo fato da criança não estar em posse da mercadoria.

Com a finalização do Inquérito Policial (IPL) o indivíduo foi indiciado pela prática de ato libidinoso na presença de menor de 14 anos, de acordo com o artigo 218-A do Código Penal (CP).