Vigilantes anunciam greve em Manaus a partir da próxima quinta-feira (14)

Durante reunião no Sindicato dos Empregados em Empresas de Vigilância e Segurança em Manaus (Sindevam), nesta sexta-feira (8), os vigilantes aprovaram uma greve de 30% da categoria a partir da próxima quinta-feira (14).

Ele reivindicam um reajuste salarial de 15%, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e informaram que as empresas só estão dispostas a pagar 3,5%. O INPC mede a variação dos preços no mercado varejista, mostrando o aumento do custo de vida da população. O índice fechou o acumulado de 2018 em 3,43%

Após o fim da reunião, a categoria seguiu para uma manifestação na sede do Sindicato das Empresas de Vigilância, Segurança, Transporte de Valores, Curso de Formação e Prestadoras de Serviços de Portaria do Estado do Amazonas (Sindesp), bairro Adrianópolis, na Zona Centro-Sul.

O sindicato também reivindica o aumento do ticket de alimentação diário de R$ 20 para R$ 26 e que o benefício seja pago também no período de férias dos trabalhadores.