Anúncio Advertisement

Violência será combatida com reforço na educação afirma Eduardo

A educação é a saída para conter os índices de desemprego e violência. É nesse tripé que o candidato ao governo do estado pela coligação “União pelo Amazonas”, Eduardo Braga, irá focar sua gestão ao ser eleito.

“Quando o desemprego aparece, imediatamente, a violência cresce. E o melhor remédio para combater esses dois problemas chama-se educação”, reforça, acrescentando que essa é sua meta e a de seu vice, Marcelo Ramos.

De acordo com Eduardo, é preciso retomar os projetos que davam certo e valorizar quem faz a educação: o professor. “É por isso tenho me reunido com profissionais da área. Porque só com o esforço conjunto a gente muda essa realidade” disse Eduardo.

Entre os projetos implantados quando Eduardo era governador estão o Jovem Cidadão, as escolas de Tempo Integral e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). “Tenho muito orgulho do projeto Jovem Cidadão, de ter expandido a UEA de 1,8 mil para 20 mil alunos. Muito orgulho da escola de Tempo Integral”, ressalta Eduardo.

Cetis e Jovem Cidadão

Durante seu governo, o candidato criou os Centros Educacionais de Tempo Integral (Cetis): 13 em Manaus e um em Parintins. Cada unidade era equipada com 24 salas de aulas climatizadas, laboratórios de informática, laboratório de ciências, biblioteca, piscina semiolímpica, campo de futebol, quadra poliesportiva, refeitório e demais recursos para atender, na modalidade de Tempo Integral, a uma média de mil alunos, cada. Cada Ceti tem investindo de, aproximadamente, R$ 7 milhões.

Já o projeto Jovem Cidadão foi criado por Eduardo em novembro de 2007 para garantir ação integral nas escolas. Eram realizadas, no contraturno escolar, atividades esportivas, culturais, profissionalizantes e de lazer. O projeto foi extinto pela gestão seguinte.

Quando Eduardo deixou o governo, em 2009, eram 91.543 jovens somente em Manaus, na faixa etária de 12 a 20 anos, integrando o projeto em 138 escolas estaduais, localizadas nas seis zonas urbanas da cidade. No interior, deixou 29.385 jovens beneficiados, estudando em 75 escolas instaladas nos municípios de Manacapuru, Maués, Parintins, Tefé, Benjamim Constant, Atalaia do Norte, Itacoatiara e Tabatinga.

De acordo com Eduardo, quando investe-se em educação, cria-se as bases do emprego. “E foi isso o que aconteceu quando tive a chance de ser governador. Tivemos o maior número de empregos da história. Mais obras, um Distrito Industrial forte e um Amazonas como ele deve ser.”

O candidato tem consciência de que em 15 meses de governo não dá para fazer tudo. “Mas dá para fazer o essencial: valorizar o professor, voltar o Jovem Cidadão, recuperar o ensino integral, baixar o ICMS do diesel, da gasolina, do gás de cozinha, da cesta básica. Dá para colocar ordem no estado e enfrentar a violência com firmeza.”

Foto: Divulgação

Assessoria de Comunicação

Esta matéria é de total responsabilidade do candidato

Agenda: (27/07)

EDUARDO BRAGA

Viagem ao interior do Amazonas

MARCELO RAMOS

Reuniões internas
Viagem a Humaitá