Votação eletrônica do sistema eleitoral é discutida e analisada em livro

Foto: Reprodução/Web

O livro ‘ Votação eletrônica: Construindo um debate’, de autoria da jornalista Inaiê Sanchez reúne fatos e estatísticas sobre o uso da urna eletrônica em diversos países, destacando o histórico brasileiro com essa tecnologia. A publicação tem como objetivo contribuir com a discussão sobre a confiabilidade  do sistema de urnas eletrônicos que vêm à tona no período eleitoral. 

Buscando entender os motivos do Brasil ser o único país do mundo a ter um sistema de eleições 100% eletrônico, a autora fez, durante seis anos, uma ampla pesquisa em estudos e reportagens publicadas em diversos países sobre o assunto. Mais do que tratar da questão tecnológica, ela também trouxe detalhes relevantes sobre legislação eleitoral e licitações do Brasil. O livro se propõe a apresentar pontos importantes sobre o tema, que podem fundamentar discussões sobre o atual formato das eleições no País.

Outro ponto apresentado na obra é a atuação da empresa Smartmatic, empresa que faz parte do consórcio responsável por diversos serviços relacionados ao processo brasileiro de votação eletrônica desde 2012. No livro, ela conta a experiência da Smartmatic na Venezuela e nos Estados Unidos, além de detalhar o histórico da empresa no Brasil.

Ao mesmo tempo que, depois de uma pandemia, discutimos alternativas ao voto presencial, não podemos ignorar a necessidade de investir em sistemas modernos e seguros, que garantam resultados que não deem margem para dúvidas“, explica a jornalista “Por isso, nosso sistema de votação eletrônica precisa ser debatido e a ideia do livro é trazer informações fundamentais, para que as pessoas entendam como funciona o processo no nosso País.”

(*) Informações da assessoria