Wilker Barreto se reúne com jornalistas e fala de investimentos em “tempos de abertura, liberdade e parceria”

CMM

O novo presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), eleito para o biênio 2015/2016, vereador Wilker Barreto (PHS), na manhã desta quarta-feira (07), se reuniu com jornalistas durante um café da manhã onde deixou claro que quer cada vez mais estreitar laços com os profissionais de comunicação como forma de fazer do Legislativo Municipal um Poder ainda mais próximo da população, levando os cidadãos de Manaus a conhecerem as Leis que foram criadas naquela Casa Legislativa e os avanços que essas Leis podem trazer na garantia dos direitos individuais e coletivos.

“Nos últimos dois anos – período em que Wilker Barreto ocupou o cargo de líder do governo de Artur Neto na CMM – tive uma boa relação com a imprensa e pude ver o quanto a cobertura dos profissionais de imprensa é fundamental para a Câmara, para que a população tenha conhecimento dos debates que aqui ocorrem, entenda os projetos que aqui são discutidos e votados, conheça o funcionamento dessa Casa e sua importância para Manaus”, declarou Barreto, dizendo ainda que nada disso seria possível sem a presença dos jornalistas que diariamente fazem a cobertura dos trabalhos legislativos.

“Vejam essa administração como grande facilitadora da interação entre a comunicação e essa Casa Legislativa”, anunciou o presidente. Para que essa interação seja possível, o vereador-presidente anunciou investimentos, como por exemplo, mudanças no site da Casa para que os jornalistas tenham mais acesso às informações sobre os projetos, e a instalação do que denominou de “internet confiável”, um sinal de wireless que esteja à disposição dos jornalistas que cobrem a Câmara, e que também possibilite a implantação de um projeto na sua administração que visa acabar quase que totalmente com o uso de papel na Câmara, o que corresponde a um avanço ecológico e redução significativa de gastos.

Barreto explicou que todos os setores da Casa estariam interligados, através de sistema digital, com informações compartilhadas, e os atos administrativos e legislativos seriam realizados de forma digitalizada. “Nós temos tecnologia de informação para tal, a exemplo da Semef e do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), que já estão com esse processo em andamento. O secretário Ulisses Tapajós (Semef) acenou positivamente e há a possibilidade da Câmara realizar convênio com a Prefeitura. Essa tecnologia sairia a custo zero para a Casa”, ressaltou o parlamentar.

Segurança

O presidente destacou também a questão do controle no acesso de pessoas no órgão. Para tanto, a Casa já se prepara no controle de identificação dos visitantes, a exemplo de outros órgãos públicos. “Ao chegar aqui, o cidadão será identificado com um adesivo e será encaminhado ao setor proposto ou gabinete parlamentar”, observou Wilker.

E, para dar maior segurança, não somente aos servidores, assim como aos equipamentos importantes como os caixas eletrônicos, localizados na área interna da Casa, o parlamentar já solicitou da Guarda Municipal agentes para que possam monitorar a CMM no período noturno, até que a Casa se reestruture nessa área.

Internet

Barreto também ressaltou a importância no avanço tecnológico da CMM, e garantiu a troca de equipamentos obsoletos por novos computadores, dando continuidade ao trabalho iniciado na gestão anterior. “Temos para isso, um superávit que permite trocar todo o parque de informática da Casa”, justificou o vereador, que vê a possibilidade de interligação dos setores com dados confiáveis, com a expansão do sinal do sistema wireless.

O presidente também não descartou a possibilidade de democratizar o sinal de internet da Casa que poderia vir a ser utilizado por moradores que estão no entorno da Cãmara. “Vou verificar, junto à empresa de Processamento de Dados do Amazonas (Prodam), se há possibilidade da comunidade usar a internet no período de 18h às 6h da manhã”, completou Wilker.