Wilker diz que empresário sofreu “crise de amnésia” em reunião na Aleam (ver vídeo)

O deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) afirmou nessa quarta-feira (11), que o empresário Francisco Luiz Dantas Silva, dono da empresa Dantas Transporte, que denunciou o esquema de corrupção na Secretaria de Estado de Educação (Seduc), sofreu uma “crise de amnésia”, durante reunião a portas fechadas com os parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). (Veja vídeo no final da matéria)

“No que diz respeito a agente político e públicos ele falou categoricamente que a verdade foi dita aqui (…) o empresário não respondeu a questão dos monitores, misteriosamente ele não sabe dizer quantos empregados tem, ou seja, é uma total crise de amnésia de um contrato de R$ 18 milhões para monitores. Como ficou bem claro, o contrato foi terceirizado, quarteirizado e fragmentado, o que ele alegou porque teria sido chamado cinco dias antes e não deu tempo de montar toda uma estrutura. Então, por que pegou o contrato, colocando as crianças em risco?”, questionou Wilker.  

Segundo o deputado, o empresário contradiz a denúncia que fez ao Ministério Público de Contas (MPC) sobre o tal esquema de propina de pagamentos de “mensalinhos” de até R$ 20 mil reais para conseguir fechar contratos junto ao Governo do Amazonas e negou tudo durante a reunião com os parlamentares.