Wilson Lima caminhou pelo bairro Mutirão

Nesse sábado (25), o candidato ao Governo do Estado pela coligação “Transformação por um novo Amazonas”, Wilson Lima (PSC), acompanhado do vice, defensor público Carlos Almeida (PRTB) e do candidato ao senado, Luiz Castro (Rede), participou de caminhada pela Rua Itaité (antiga Rua Perimetral III) até a feira do Mutirão, localizada na zona Leste de Manaus.

Durante todo percurso, Wilson Lima foi calorosamente saudado por crianças, homens, mulheres, idosos, jovens. Todos demonstraram carinho e apoio à candidatura, que nasceu do anseio popular por melhorias. Em conversa com os moradores, ele reiterou o compromisso de estabelecer, quando eleito, um plano de ação com base nas necessidades da população.

“Roubos, furtos, homicídios são as maiores reclamações que recebo todos os dias. As pessoas vivem em suas casas trancadas com medo, enquanto os bandidos estão soltos. Nosso governo focará no combate ostensivo da violência para proporcionar tranquilidade às famílias”, enfatizou Wilson Lima.

Ao longo da caminhada recebeu inúmeras declarações de apoio. “Eu voto no Wilson, porque eu acredito no novo. Ele tem noção dos nossos problemas porque conheceu nossa situação quando era repórter. Esse jovem fará aquilo que o atual governo não fez. Ele tem como mudar esse quadro ruim da educação, da moradia, da segurança e olhar pela nossa juventude,” declarou Valquíria Alves ,48, Agente de Endemias, que foi demitida pela atual gestão do Governo do Amazonas.

No final da caminhada, o candidato deparou-se com um problema que se arrasta há anos sem que o poder público adote uma medida definitiva. A ponte na Rua Itaité ameaça desabar. Os moradores recorreram ao candidato porque as súplicas de dezenas de famílias que trabalham ou circulam pela área não sensibilizam as autoridades.

“Faz mais de 2 anos que estamos nessa situação. Tá tudo bagunçado. O governo não faz nada. A prefeitura não faz nada. Até hoje ninguém sabe nem pra onde a gente vai, pois o local que era pra prefeitura relocar os vendedores autônomos já foi invadido por outros feirantes, que nem são daqui. Depois que essa ponte desmoronando, diminuiu o número de compradores”, relatou entristecido, Francisco Cardoso, 47, feirante que trabalha há mais de 10 anos no local.

“O governo não pode se omitir. Em nossa gestão, faremos parceria com a prefeitura a fim de resolver problemas como esse da Rua Itaité, que não é exclusivo desta região. Encontramos estruturas desgastadas de vias públicas em todo o Estado. É inconcebível que o local de grande fluxo comercial e de pessoas se encontre nesta situação. No nosso governo, as pessoas virão em primeiro lugar”, reforçou o candidato do PSC.

O vice, o defensor público Carlos Almeida, esclareceu que existem quatro ações em andamento pedindo celeridade desta obra que faz parte do Corredor Viário do Mindú.

“Essa obra é de competência do município, que a colocou na quarta etapa de execução projeto. Após dez anos, a prefeitura ainda não saiu da primeira fase. Entramos com ações para impedir a remoção das famílias sem indenização digna e pedindo providências urgentes por parte do município. Confio que a recuperação desta ponte e de tantas outras abandonadas ocorrerá em breve. Basta um voto de confiança da população, que tem demonstrado total apoio no 20”, declarou o defensor público.

Matéria de responsabilidade da assessoria do candidato.