Wilson Lima confirma Carnaval para 2022 que vai beneficiar TV A Crítica

Emissora possui direito de transmissão da festa

Foto: João Paulo Castro

Foto: João Paulo Castro

Em entrevista para uma emissora de TV local na manhã desta terça-feira (28), o governador Wilson Lima (PSC) afirmou que o Carnaval de 2022 está mantido. Ele não descartou a possibilidade do evento ser realizado com público presente, mesmo com o país enfrentando a ameaça causada pela variante ômicron do novo Coronavírus.

“O carnaval, ele tá mantido. Muita gente está me perguntando – Mas porquê, governador? – Quando eu mantenho o carnaval, não é a diversão pela diversão, mas é a quantidade de empregos que isso gera”, disse.

De acordo com Lima, a princípio a festa será realizada sem público presente, apenas via transmissão ao vivo, no entanto, o chefe do executivo estadual não descartou a participação presencial, que segundo ele, vai depender do cenário epidemiológico no Amazonas.

É importante destacar que conforme o Radar Amazônico vem noticiando, várias cidades brasileiras já cancelaram as festas de carnaval do ano que vem.

No mês passado, o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula, se posicionou contra a realização de festas de carnaval no próximo ano.

Além disso, o Amazonas vem registrando altas no número de casos e mortes por Covid-19, conforme dados do consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

O que chama atenção é que uma grande beneficiada com a realização do Carnaval de Manaus é a TV Acrítica, mesma emissora em que Wilson Lima trabalhou como apresentador do programa ‘Alô Amazonas’ por oito anos.

Foto: Reprodução / Youtube / TV A crítica

Isso acontece porque a emissora possui os direitos de transmissão do carnaval de Manaus de 2022.

Vale lembrar que desde o início da gestão de Wilson Lima, a TV da família Calderaro vem sendo beneficiada com repasses milionários feitos pelo Estado. Em 2019 o Radar Amazônico mostrou que o governo Lima gastou R$6 milhões com o carnaval de Manaus, sendo que R$1,3 milhão foi só para a TV A crítica. No mesmo ano, a emissora recebeu no total ao menos R$7,6 milhões dos cofres públicos do Amazonas.