Wilson Lima paga de bom moço e diz que ‘caciques’ atrapalharam sua gestão no Governo do AM (ver vídeo)

Diversos internautas criticaram o posicionamento do governador Wilson Lima (PSC)

wilson-lima-caciques

Foto: Reprodução/Facebook

O governador Wilson Lima (PSC) publicou nessa quinta-feira (23), um vídeo nas redes sociais se desculpando por falhas em seu mandato à frente do Governo do Amazonas nos últimos três anos, principalmente durante a pandemia da Covid-19.

Sem citar nomes, o governador tenta jogar os erros pela má gestão, resultando na morte de várias pessoas durante a pandemia aos “caciques políticos” que governaram o Amazonas durante 40 anos.

“Achei que só com boa vontade dava para resolver a vida das mais sofridas. Imaginei que os caciques que governaram o Amazonas por 40 anos não seriam capazes de sabotar o meu governo […] Gostaria de pedir desculpas a todos os amazonenses pelos erros e falhas que cometi, mesmo que nunca ter tido a intenção”, falou.

Entretanto, apesar da tentativa do governador de limpar sua imagem e passar a impressão de bom moço, diversos internautas criticaram Wilson Lima nos comentários.

“O meu pensamento quanto esse seu discurso é o seguinte: dá para perceber em seus olhos e sua expressão labial, que o Sr. Governador está mentindo, está nos enganando. E tudo que falas aí, simplesmente é da boca pra fora, não vem do coração e nunca veio. O Sr. só quer se reeleger, se manter no poder de novo. É muito triste ver a mentira no seu rosto descarado, é triste!”, disse o internauta Edson Aquino Campos.

“Governador, agora não adianta o Sr. fazer pedido de desculpas, pois quem lhe elegeu foi o povão que estava cansado da velha política e o senhor está igual os velhos políticos, na minha cidade Eirunepé quem lhe apoiou verdadeiramente o senhor nunca procurou para saber quais pessoas foram. E com isso só abriu as portas aos mesmos oportunistas de sempre”, falou outro internauta.

Réu

A reportagem também constatou que alguns seguidores fizeram questão de lembrar que o governador é réu no Superior Tribunal de Justiça (STJ) por crimes contra a administração pública no processo da compra de ventiladores pulmonares para tratamento de pacientes da Covid-19 em uma loja de vinhos.

“Falar em vida para quem comprou vinho invés de respiradores! Que hipocrisia, governador!”, rebateu um internauta.

Em 2020, o Governo do Amazonas comprou os ventiladores de uma loja de vinho pelo valor de R$ 2,9 milhões, fato noticiado em primeira mão pelo Radar Amazônico.

Além de Wilson Lima, o vice-governador Carlos Almeida (PSDB) e outras 11 pessoas também são alvo do STJ.

Confira o vídeo