Wilson Lima recebe o dobro de votos de Amazonino em Manaus e vence em outros 16 municípios do Amazonas

O governador eleito para o Amazonas, jornalista Wilson Lima (PSC), venceu o governador e então candidato à reeleição Amazonino Mendes (PDT) com o dobro de votos em Manaus.

Wilson Lima recebeu, no segundo turno, 702.863 votos (66,69%) contra 351.041 votos (33,31%) recebidos por Amazonino na capital do Estado. Dentre os 1.319.920 eleitores de Manaus, foi registrada uma abstenção de 176.891 eleitores, além de 14.885 votos brancos e 74.240 votos nulos.

No primeiro turno da disputa pelo Governo, Wilson Lima também venceu Amazonino Mendes em Manaus. O governador eleito recebeu 596.585 votos contra 579.016 contabilizados pela Justiça Eleitoral ao então candidato à reeleição.

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Wilson Lima recebeu o maior número de votos em 16 municípios, entre eles os maiores colégios eleitorais do Estado ( Itacoatiara, Manacapuru, Iranduba, Parintins, Presidente Figueiredo e Tefé): Borba, Careiro da Várzea, Envira Humaitá, Jutaí, Manicoré, Nhamundá, Novo Airão, Silves e São Sebastião do Uatumã.

Em Iranduba, por exemplo, Wilson Lima teve quase 70% dos votos válidos contra 30% dos votos recebidos por Amazonino Mendes. O governador eleito recebeu 16.146 votos contra 7.020 recebidos pelo governador e então candidato à reeleição.

Em Parintins, um dos municípios nos quais Amazonino perdeu nos dois turnos, Wilson Lima quase teve o dobro de votos do governador. No último domingo, o governador eleito recebeu 30.617 (65,19%) dos votos válidos contra 16.352 (34,81%) dos votos para Amazonino na ilha tupinambara.

Wilson Lima contabilizou uma votação história. De acordo com a totalização de votos divulgada pela Justiça Eleitoral, com 100% das urnas apuradas, o novo governador do Amazonas foi eleito com 1.033.954 (58,50%) dos votos válidos – a maior votação da história do Amazonas – contra 733.414 (41,50%) votos recebidos pelo então candidato à reeleição.