Wilson Lima toma posse no Governo do Amazonas

O governador Wilson Lima tomou posse na última cerimônia da bateria de troca das administrações estaduais nessa terça-feira (1º). O evento ocorreu no Teatro Amazonas, tradicional cartão postal da cidade. Também tomou posse seu vice, Carlos Almeida Filho (PRTB).

Wilson Lima (PSC) se apresentou como alternativa “independente” nas eleições deste ano. Com esse discurso, derrotou nomes tradicionais do Estado, como o governador Amazonino Mendes (PDT), seu adversário no 2º turno, e o ex-governador Omar Aziz (PSD). O social-cristão obteve 58,5% dos votos dos amazonenses. Ele foi um dos dois governadores eleitos pelo PSC, para além de Wilson Witzel no Rio de Janeiro.

Após o juramento de respeito à Constituição e leitura do termo de posse, os novos governador e vice falaram às autoridades presentes. Lima fez um discurso enfatizando a todo momento o foco nos cidadãos do estado. Simbolizou essa linha ao informar que não colocará foto sua nas repartições públicas, mas de amazonenses “comuns”. “Os feitos, as conquistas e as vitórias serão partilhas nossas e nesse Governo não haverá foto do governador em nenhuma instituição pública”, disse Wilson.

Outro ponto de sua fala foi o desenvolvimento econômico da região. Segundo ele, a administração será baseada em três eixos: gestão eficiente e responsável, desenvolvimento empreendedor e um estado “com qualidade de vida”.

Na organização da máquina pública, o novo titular anunciou que pretende realizar reformas para promover eficiência na gestão e assegurar processos de monitoramento e avaliação de políticas públicas. Os investimentos, acrescentou, devem ser orientadas pela obtenção de “retorno positivo” e “benefícios ao cidadão”.

A biodiversidade do Estado também foi tratada por Wilson Lima. “Vamos lutar para fazer da cobertura vegetal um ativo e que a floresta seja percebida como atrativo de valores, e não como empecilho”. O governador destacou que é preciso estimular os setores com potencial econômico do estado, como o caso da floresta.

Wilson Lima fez um chamado ao diálogo entre outros Poderes, como Assembleia Legislativa e órgãos do Judiciário, assim como outras partes do setor público do Estado, como prefeitos e vereadores, para superar os desafios do Amazonas. “Nossa missão é corrigir as falhas, mas não farei nada sozinho. Por isso, conclamo aos Poderes Legislativo e Judiciário que se juntem a mim e a minha equipe de trabalho para construção de um novo tempo. Melhorar esse Estado é a nossa meta, o nosso ideal”, disse o governador.

Com informações da Agência Brasil.