Xuxa encara desafio de apresentar “The Four Brasil”, o novo reality da Record

Um programa que começa por onde todos os outros terminam. Essa é a premissa de The Four Brasil, o novo reality show de­senvolvido para a Record TV, que estreia na próxima quarta (6) sob comando da apresentadora Xuxa Meneghel.
O diferencial dessa nova atração é que os quatro finalistas são anunciados desde o início do programa, e toda semana, no­vos desafiantes entram na dis­puta e tentam desbancar os atuais vencedores. A dinâmica do “entra e sai” sig­nifica que novos competidores po­dem surgir a cada episódio.

Pa­ra conquistar uma das quatro cadeiras dos favoritos, os parti­cipantes terão que treinar a voz e conquistar a aprovação unânime dos três jurados. A aprovação deles é a etapa definitiva para que pos­sam enfrentar um dos quatro finalistas em um duelo de voz. Nesse duelo final é a plateia quem escolhe o vencedor.
Os fi­nalistas de cada episódio, por outro lado, têm justamente o desafio de conseguir se manter em seus lugares de prestígio na competição, chegando a cada vitória mais perto do grande prêmio de R$ 300 mil.

No primeiro episódio, os de­safiantes se apresentarão no palco principal do reality diante dos jurados. O candidato fica no centro e três círculos projetados no chão ficam em volta dele. Se as três luzes se acenderem o participante continua para o duelo final. Se não, é automaticamente desclassifica­do.
Serão exibidas as apresentações do finalista e de cada desafian­te. A partir daí, a plateia vota em seu favorito utilizando um aplicativo, e Xuxa anuncia quem sai e quem fica no pro­grama. “Espero que nada venha a me atrapalhar, porque estou feliz com o novo desafio. Minhas expectativas são sempre as melhores em cada novo trabalho e desafio na vida.”

Quando um finalista permane­ce, ele mantém seu lugar e fica imune aos duelos até o final do episódio. Mas se o desafiante cativar o gosto popular, toma o lugar do finalista e é ele quem fica liberado dos desafios até o final daquele programa.
The Four Brasil terá duelos vocais apresentados de maneira diferente de outras atrações do gênero, em um formato desenvolvido pela empresa criadora de conteúdo e distribuidora is­raelense, Armoza Formats, com produção da Endemol Shine Brasil. Com direção de Rodrigo Carelli, que dirigiu também A Fazenda 10, o pro­grama será exibido todas as quartas-feiras, às 22h30.

QUEM SÃO OS JURADOS DO THE FOUR BRASIL

Na equipe de jurados do programa The Four Brasil estão a cantora e atriz Aline Wirley, o produtor musical João Marcello Bôscoli e o cantor Leo Chaves. Xuxa elo­gia a escolha dos artistas. “Te­nho uma relação de muita ad­miração pela linda história que eles já escreveram. Sou muito grata por tê-los comigo.”
A paulista Aline Wirley, 37, teve contato com a música cedo, desde os 14 anos, ao integrar o coral da igreja que frequentava. Chegou a fazer parte de uma banda de MPB e bossa nova, se apresentando em eventos, bares e restaurantes, mas foi em 2002 que sua carreira deslanchou.

Na época, ela venceu o reality musical no SBT dando início ao grupo Rouge, que se separou em 2005 e retornou em 2017. Contudo, o grupo Rouge anunciou uma nova pausa na carreira no dia 24 de janeiro. “Vamos embarcar rumo ao desconhecido e nós cinco iremos expandir nossos horizontes de diferentes formas”, afirmou o quinteto, em comunicado.
Durante o hiato do grupo Rouge, Aline lançou dois álbuns solos e atuou nos musicais “Hairspray”, “Hair”, “Tim Maia: Vale Tudo” e “Simonal’.

Já o carioca Bôscoli, filho de Elis Regina, atua como produtor musical em São Paulo. Com 48 anos, já trabalhou com artistas como Cesar Camargo Mariano, Tom Zé, Nação Zumbi, Rita Lee, Pedro Mariano e Jair Rodrigues dentre outros.
Foi também quem apresentou o Rock in Rio (Multishow) e algumas edições do Grammy (SBT). Bôscoli ainda foi diretor musical da agência DPZ e um dos responsáveis pelo projeto Viva Elis. Nos games, forneceu trilhas para o “Fifa Soc­cer”, “The Sims” e “Grand Theft Au­to”.

O cantor mineiro Leo Chaves é quem completa o grupo. Co­nhecido por conta da dupla com o irmão, Victor, o músico de 42 anos também é empre­sário, escritor e palestrante. Em agosto de 2018, eles anunciaram uma pausa na dupla por tempo indeterminado.
Nos últimos anos, Leo tem se dedicado aos estudos de inteligência emocional, filosofia e pedago­gia, e seu primeiro livro, “No Colo dos Anjos”, chegou a en­trar na lista das publicações mais vendidas no país.