Zé Ricardo propõe convocação do ministro da Economia para explicar decretos que prejudicam a ZFM

Nesta quarta-feira (27), a Câmara Federal deu início a instalação de suas comissões permanentes. Pelo Amazonas, o deputado Zé Ricardo se tornou membro de quatro comissões, sendo titular na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra) e na Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) e suplente nas Comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços (Cdeics) e de Educação.

Como membro da comissão de Indústria, Comércio e Serviços, Zé Ricardo protocolou um requerimento em que convoca o atual Ministro da Economia, Paulo Guedes, para esclarecimentos sobre a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para todo o país e que afetam a competitividade do Amazonas nas empresas que atuam no Brasil.

“Precisamos debater urgentemente esses decretos que afetam os empregos, o funcionamento da UEA e a economia do Estado, e com a presença do ministro. Para isso, estamos pedindo apoio dos parlamentares, sobretudo, da bancada do AM”, afirmou o deputado.

Até o momento não há previsão para um possível depoimento de Paulo Guedes para a comissão, com uma possível debandada de empresas da ZFM causando preocupação nos trabalhadores das fábricas no AM. Até o momento não há um pronunciamento em apoio do prefeito de Manaus ou do governador do Amazonas.

O deputado afirma ainda que a sua participação em outras comissões contribuirá para o Amazonas. “Vou continuar nas mesmas comissões que já estava participando. Pela Cindra, temos a oportunidade de fazer debate sobre a questão que atinge a Amazônia, ambiental e indígena, como também na área da mineração e na questão de infraestrutura que afeta a região, como internet, energia e telefonia, e agora sobre as questões que afetam a ZFM. Na educação, quero continuar debatendo, sobretudo, a questão dos recursos de investimentos na área educacional no Amazonas”, afirmou ele.

Também como membro da Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU), o deputado afirma que tratará de temas como segurança, moradia, saneamento e resíduos sólidos, além de fiscalizar os investimentos estaduais nesses setores.

Veja a convocação na íntegra